O que é roséola? O vírus que ataca crianças na primavera

No mês de outubro foi possível acompanhar notícias do surto de sarampo que se espalhou por todo o país. Mas além deste vírus, há uma infecção que atinge crianças nos primeiros meses de vida e até os três anos de idade, a roséola.

Este vírus, que ataca principalmente na primavera e no outono, é caracterizado pela febre e posteriormente erupções vermelhas no corpo do bebê. Uma virose desconhecida por muitas pessoas, o que acaba levando a muitas dúvidas e confusões na hora de diagnosticar.

Foi o caso de Ketlen, que inicialmente teve seu filho diagnosticado com inflamação no ouvido. “Ele começou com febre e levamos ao pediatra, que constatou a inflamação. Quando a febre baixou, começou aparecer as manchinhas vermelhas na pele, e imaginamos que era alergia ao antibiótico receitado”.

A mãe sabia que havia um surto de roséola na escola que um colega do seu filho frequenta. “Então quando o pediatra nos falou que era roséola eu imediatamente lembrei o que haviam me falado. O médico falou que é um vírus com contágio fácil, mas que apesar do incômodo, não era grave”. Após uma semana, o bebê de Ketlen estava bem.

A primeira filha de Schirlei Barbosa, que atualmente tem cinco anos, também pegou o vírus e diversas outras infecções. Com sua segunda filha, de um ano de idade, tem tomado as precauções necessárias. “Sempre me mantenho informada sobre casos de vírus na creche e também cuido com a higiene do bebê e das pessoas ao redor, evitando o contato com diversos vírus, não apenas a roséola”.

A roséola é provocada pelo herpes vírus humano tipo 6 (HHV-6), sendo transmitida durante o período febril dos bebês. O período de incubação do vírus vai de cinco a 15 dias.

O primeiro sintoma é a febre alta. À medida que ela vai caindo, surgem as manchinhas vermelhas no corpo da criança, desaparecendo em dois ou três dias. Em casos mais graves, a criança pode ter convulsões associadas à febre.

“Por não existir vacina contra o vírus, os pais devem manter a temperatura da criança sob controle, com banhos mornos, quase frios, ou por meio de medicamentos antitérmicos, evitando as convulsões”, explica a técnica em enfermagem, Clarines Martins.

A febre das lojas virtuais

 Instagram virou  ponto certo para “abrir” lojas de todos os estilos

 

Há muito tempo que a comercialização de roupas e acessórios pela internet virou sucesso, mas não é só os sites de loja famosas que têm resultado nas vendas. A grande aposta do momento é vender pelas redes sociais, como Facebook, Whatsapp e, principalmente, o Instagram. Além do baixo custo, os vendedores alcançam públicos de todo o País, e até do mundo. 

Continue lendo “A febre das lojas virtuais”

A prática do futebol além das quatro linhas

A ligação que o esporte proporciona ao ensinar táticas, ajuda na saúde e no psicológico de quem pratica

 

Há quem diga que o esporte proporciona apenas saúde e disposição, mas a prática vai muito além disso, principalmente para quem joga futebol. O modo como são estudadas as táticas de jogo e o psicológico do atleta atinge diversos parâmetros.

Continue lendo “A prática do futebol além das quatro linhas”